Buscar
  • Aline Paranhos

Tem uma espiral de energia MUITO potente passando pelo meu corpo!

Atualizado: Jul 16

Vou brincar de “meu querido diário” e usar esse espaço que é tão meu para contar sobre o que eu estou vivendo.

Recentemente me inscrevi lá na extensão universitária Saberes Femininos Aplicados (lindeza pura) e a cada lapso de tristeza (preocupações, exaustão materna, quarentena etc.) voltava meu pensamento para a alegria de estar matriculada.


Em princípio, pensei nos saberes só pelos saberes. Não estava pensando neles como uma ferramenta de trabalho, embora reconhecesse que tudo que te faz uma pessoa melhor reverbera em qualquer trabalho que você faça.


Eu seguia buscando um trabalho CLT! Preferencialmente em multinacional, com convênio médico, PLR e cadeira ergonômica para eu trabalhar de casa. Obrigada, de nada. E como eu estava precisando de trabalho! Muito! Por tudo: pelo dinheiro, pela realização pessoal e profissional, para dar um norte nos meus dias além de cuidar das meninas...


Daí na terça passada recebi uma indicação de uma amiga para ser secretária remota de uma mulher fascinante, num negócio de home staging que ela está começando no Brasil. Em uma ligação e algumas trocas de mensagens, ela me chamou para trabalhar com ela. Negociamos, mas o valor fixo não chegou nem perto do que eu gostaria. Conversa daqui, aperta de lá, topei. E chorei. Chorei por dois dias quase ininterruptamente. Mais um projeto no início, mais uma tentativa, mais um recomeço com uma entrada de dinheiro mensal incerta. Que bom que veio, que pena que não era como EU queria.


Nesse processo de chorar e me ouvir, me acolher, regado a orações, chás e empatia do meu companheiro e pessoas próximas, comecei o trabalho e percebi que as atividades iniciais são coisas que eu amo fazer! Artes, revisão e criação de textos, organização de tarefas.


Não por coincidência, tive um encontro online com minha "irmã de caminhada" Larissa e as precursoras da extensão, Cacau e Marisa. Ual. Que potência. Tudo começou a fazer sentido. Já percebi o curso com outros olhos e o trabalho com home staging como uma oportunidade esplêndida de unir várias das minhas habilidades, que vai me permitir ter o tempo e a energia necessários para me dedicar às atividades que todos os saberes que eu tenho e os que vou adquirir podem somar à minha vida pessoal e profissional.


Comecei a me sentir potencialidade pura (salve, Deepak Chopra) e passei a perceber uma grande espiral de energia "unindo minhas partes" (expressão que ouvi da querida facilitadora Fabiana Alves) e fazendo sentido em toda a minha caminhada. Quase uma sensação física, mesmo! Me percebi tão repleta de conhecimentos, significado e potência! Quantas barreiras estou derrubando por estar conseguindo ver, verdadeiramente, que a abundância não precisa vir só dentro desse ou daquele padrão!


No domingo, aproveitei a força da lua minguante, dei um chega para lá em pensamentos e comentários negativos. Fiz, inclusive, um ritual de banimento, do meu jeito, com meus instintos. Foi lindo!


Eu honro e saúdo a potência feminina! Estou criando a minha realidade!

site criado por @ofuturoehfeminino